Sessão de meditação marca ações da campanha Janeiro Branco na Sema

Os cuidados com a saúde mental são o foco do Janeiro Branco, uma iniciativa voltada também para a promoção do bem-estar humano. E, por mais um ano consecutivo, a Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema) aderiu à campanha.

Na manhã desta terça-feira (14), o Núcleo de Desenvolvimento de Recursos Humanos da Sema realizou uma sessão de relaxamento e meditação com os servidores. O momento foi guiado pelo psicólogo João Henrique, que explica a importância do Janeiro Branco para a sociedade.

“A campanha não se trata apenas da prevenção de doenças, mas também aborda a qualidade dos nossos relacionamentos, trabalha nossa afetividade e a nossa relação conosco. Tudo isto afeta nossa saúde mental e precisa ser trabalhado”, destaca.

João Henrique frisa ainda a necessidade de romper tabus. “Quando falamos em buscar ajuda de um psicólogo ou psiquiatra, logo somos taxados de loucos e isso não existe. Todos nós precisamos cuidar da nossa saúde mental, sobretudo na sociedade que estamos inseridos, repleta de estímulos, apego, cobranças”, completa.

Por fim, o psicólogo ressalta que uma das formas de trabalhar o bem-estar é através de técnicas de relaxamento e meditação. “Elas ajudam no controle da ansiedade, aliviam os sintomas da depressão, ajudam na expansão da consciência, na mudança de hábitos. São muitos benefícios e sem custo algum, apenas questão de prática”, conclui.

  

“Saúde mental não é loucura”, desmistifica psicóloga para os servidores da Sema

O mês de janeiro é dedicado à prevenção ao adoecimento emocional da humanidade e, nesta sexta-feira (25), os servidores da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema) puderam discutir o tema com uma profissional da área. A psicóloga Cinthya Selma de Holanda ministrou uma palestra no auditório da pasta que ajudou a desmistificar o debate sobre saúde mental.

“Saúde mental é você exercitar seu cérebro. Por exemplo, responder uma palavra cruzada estimula sua saúde mental, pois mexe com a memória, com o raciocínio. Então, saúde mental não é loucura”, ressalta Cinthya Selma. A profissional também amplia este conceito e alerta a população para estar atenta ao seu relacionamento com as outras pessoas, à forma como suas crenças e atitudes interferem no seu dia a dia, e até mesmo o meio ambiente.

“Você estar num ambiente limpo, sem ruídos, se alimentando de forma saudável, tudo isto interfere na sua saúde mental. Por exemplo, o consumo excessivo de refrigerantes e embutidos tende a favorecer o desencadeamento de depressão, enquanto o suco de laranja é um antidepressivo natural”, revela, acrescentando que, ao menor sinal de que sua saúde mental precisa de atenção, é necessário buscar a ajuda de um profissional.

E esta ajuda, que está disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS), também recebe o reforço da equipe do Núcleo de Desenvolvimento de Recursos Humanos da Sema (Nuderh), que promoveu o encontro desta sexta-feira. O Nuderh conta com uma equipe formada por psicólogo e assistentes sociais que estão dispostos a ajudar os servidores no horário de funcionamento do órgão, das 7h30 às 13h30.

“Incentivamos os servidores que estejam precisando conversar que nos procure na nossa sala, no segundo andar da sede da Sema. Além disso, todo mês, realizamos atividades que promovem maior qualidade de vida do servidor. Por isso, a participação de todos é tão importante”, conclui João Henrique, psicólogo do Nuderh.

Sobre a campanha

A Campanha Janeiro Branco é dedicada a colocar os temas da Saúde Mental em máxima evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade. A iniciativa também visa sensibilizar as mídias, as instituições sociais, públicas e privadas, e os poderes constituídos, públicos e privados, em relação à importância de projetos estratégicos, políticas públicas, recursos financeiros, espaços sociais e iniciativas socioculturais empenhadas(os) em valorizar e em atender as demandas individuais e coletivas, direta ou indiretamente, relacionadas aos universos da Saúde Mental.

Núcleo chama atenção de servidores para cuidados com a saúde mental

O Núcleo de Desenvolvimento de Recursos Humanos da Sema (Nuderh) está mobilizando os servidores da pasta para a Campanha Janeiro Branco. Ao distribuir folhetos informativos, os membros do Nuderh chamam atenção para a necessidade de cuidar da saúde mental.

“Não é apenas o nosso corpo físico que precisa de cuidados. A nossa saúde mental também precisa de atenção para que não venhamos a adoecer. Os casos de depressão e ansiedade estão cada vez mais comuns na sociedade, por isso, temos que prevenir e combater esses males ligados à nossa mente”, pondera o psicólogo do Nuderh, João Henrique.

Além do folder explicando o que é a Campanha Janeiro Branco, os servidores da Sema também receberam uma “Roda da Vida” para que possam preencher. “Nessa tabela estão elencados os principais setores da nossa vida, como família, amor, trabalho, corpo, social. E o servidor deve preencher cada um desses campos conforme está sentindo. Feito isso, teremos um panorama de como está a vida dessa pessoa. Caso sinta necessidade, ela pode nos procurar no Nuderh para conversamos mais e chegarmos a um encaminhamento, se for o caso”, diz João Henrique.

Próxima ação

Para encerrar a mobilização da campanha, nesta sexta-feira (25), será realizada uma palestra, a partir das 9h, no auditório da Sema. O encontro será mediado pela psicóloga e conselheira do CRP 21, Cinthya Selma de Holanda.

Sobre a campanha

A Campanha Janeiro Branco é dedicada a colocar os temas da Saúde Mental em máxima evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade. A iniciativa também visa sensibilizar as mídias, as instituições sociais, públicas e privadas, e os poderes constituídos, públicos e privados, em relação à importância de projetos estratégicos, políticas públicas, recursos financeiros, espaços sociais e iniciativas socioculturais empenhadas(os) em valorizar e em atender as demandas individuais e coletivas, direta ou indiretamente, relacionadas aos universos da Saúde Mental.

 

 

Núcleo prepara mobilização sobre saúde mental

Janeiro é o mês de conscientização sobre saúde mental e o Núcleo de Desenvolvimento e Recursos Humanos da Secretaria Municipal de Administração (Nuderh/Sema) está preparando uma mobilização que irá acontecer entre os dias 22 e 24 de janeiro.

Segundo Nildene Lages, assistente social do Nuderh, na segunda-feira (21), a mobilização acontece no Arquivo Público e, na terça e quarta-feira, a ação irá envolver os servidores na sede da Sema. “Vamos distribuir material educativo e motivacional como forma de sensibilizar os servidores para a importância da campanha Janeiro Branco, que prioriza a saúde mental”, explica.

Nildene pede ainda que, nos dias de mobilização, os servidores se vistam de branco para reforçar a adesão à campanha. “Estamos pedindo aos servidores que, se possível, venham de camisa branca, que é a cor da campanha e que simboliza este desejo de recomeçar, de escrever uma nova história de vida”, completa.

Sobre a campanha

A campanha Janeiro Branco é dedicada a convidar as pessoas a pensarem sobre suas vidas, o sentido e o propósito das suas vidas, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto elas conhecem sobre si mesmas, suas emoções, seus pensamentos e sobre os seus comportamentos. Além disso, coloca os temas da Saúde Mental em máxima evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade.

Núcleo chama atenção de servidores para importância da saúde mental

O Núcleo de Desenvolvimento e Recursos Humanos (Nuderh) está mobilizando os servidores da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema) para a Campanha Janeiro Branco, que alerta para os cuidados com a saúde mental.

Segundo o psicólogo do Nuderh, João Henrique Sampaio Melo, muitas vezes as pessoas se preocupam apenas com a saúde física e esquecem da mente. “É preciso entender que, se a nossa mente não estiver sadia, isto vai afetar também a nossa saúde física. Por isso, estamos passando de sala em sala, deixando um folheto explicativo para que os servidores tomem conhecimento da importância desse cuidado”, completa.

Além disso, a Campanha Janeiro Branco visa desmistificar a ideia de que a busca por profissionais de Psicologia estaria apenas ligada ao tratamento de doenças, alertando para a importância deste cuidado para a promoção da saúde.